Digite o que procura

Quais os Requisitos de Conformidade para Componentes Automotivos?

16/10/2018

Quando falamos de Certificação Inmetro, esbarramos sempre nos Requisitos de Conformidade Para Componentes Automotivos. Essa é uma das primeiras adequações.

Com o intuito de desburocratizar e tornar a linguagem regulatória mais clara, hoje a RAGB te conta tudo sobre os Requisitos de Conformidade Para Componentes Automotivos. Confira:

O que é Avaliação de Conformidade de Componentes Automotivos?

Podemos chamar de Avaliação de Conformidade as demonstrações de que o produto segue todos os requisitos especificados pelos órgãos regulatórios. Entenda que essa etapa é de extrema importância para a Regularização de Componentes Automotivos.

Sem passar Avaliação de Conformidade, seu Componente Automotivo não pode ser comercializado em território nacional.

Os Requisitos de Conformidade para Componentes Automotivos foram definidos em 2013 pelo presidente do Inmetro.

Para que serve a Avaliação de Conformidade de Componentes Automotivos?

A Avaliação de Conformidade afeta até mesmo o valor final do seu produto. De acordo com o Inmetro, quanto maior o Grau de Confiança, maior pode ser o preço. Dois produtos que tem as mesmas funções podem ter preços bem diferentes de acordo com o Grau de Confiabilidade Inmetro.

Requisitos de Conformidade Para Componentes Automotivos

Os Requisitos de Conformidade para Componentes Automotivos são, de forma resumida, o modo como o Inmetro avaliará seu Componente Automotivo, ou melhor dizendo, a metodologia utilizada para avaliar de forma efetiva a Conformidade.

 Confira agora alguns Requisitos de Conformidade para Componentes Automotivos retirados da portaria de número 469, de 23 de setembro de 2013:

Definições dos Ensaios, Amostragem e Critérios de Aceitação

Os ensaios iniciais e de manutenção devem ser realizados de acordo com o Regulamento Técnico da Qualidade. A tabela a seguir relaciona ensaios com a distribuição de amostras:

Ensaio

Amostragem Inicial

Amostragem de Manutenção

Dimensional

1

1

Resistência ao desgaste mecânico

1

1

Resistência à corrosão: Aderência de camada superficial

1

1

Resistência à corrosão: Ensaio de névoa salina

1

1

Vida útil

1

1

 

Selo de Identificação de Conformidade

Confira as regras exigidas pelo Inmetro para aplicação do Selo de Identificação de Conformidade para Componentes Automotivos:

  • A identificação da conformidade deve ser gravada no corpo do produto, de forma clara e indelével, contendo o “I” do Inmetro, conforme dimensões e proporções estabelecidas no Anexo A.
  • A identificação da conformidade deve ser gravada na embalagem, de forma clara, indelével e não violável, impresso (em forma de adesivo ou não), contendo o selo com o símbolo do Inmetro, o nº do registro e a logomarca do OCP, podendo seguir um dos modelos do Selo de Identificação da Conformidade descritos no Anexo A, na figura B.
  • Além do Selo de Identificação da Conformidade deve ser aposto na embalagem, as seguintes informações: - mês e o ano de sua fabricação; - o(s) modelo(s) e marca(s) dos veículos automotores aos quais se aplicam; - marca do fornecedor ou marca comercial, e o país de origem.

Ficou com alguma dúvida a respeito dos Requisitos de Conformidade para Componentes Automotivos?

Fale agora mesmo com um de nossos especialistas em Assuntos Regulatórios!